segunda-feira, 3 de agosto de 2009

.:: Mark Hoppus do Blink 182 é um dos Destaques na Fender.com ::.

A maioria das pessoas escolhe o instrumento que querem tocar, no caso de Mrk Hoppus, o baixo o escolheu. Embora ele escreva a maioria das canções usando um violão e sabe se virar no teclado, tornar-se um baixista era sua vocação. Ele vê o baixo como uma conexão, uma ponte entre guitarra e bateria. "O baixo estabelece uma fundação para todas as melodias em cima dele - isso exige uma grande quantidade de gostos", disse ele.

Um nativo de Ridgecrest, California, Mark experimentou a música em sua infância, mas não ligava muito até ouvir uma música da banda The Cure, que fez Mark se envolver com a indústria musical. Isso o ajudou a desenvolver seu gosto musical que atualmente inclui tudo, desde Kanye West até Beach Boys.

Leia Mais...

Mark atingiu a fama em um dos mais famosos trios do mundo da música, a banda punk Blink-182 que lançou o aclamado álbum "Enema of the State" que tinham hits como "All the small things", "What's my age again?" e a controversa "Adam's song". Mark, Travis Barker e Tom DeLonge usaram toda essa popularidade das músicas para liderar o movimento "anti-boy bands" no final dos anos 90, recrutando milhões de jovens que viraram fãs devotos. Ao contrário da maioria das bandas que se separaram no seu apogeu, os membros do Blink-182 passaram a participar de, muito bem sucedidos, projetos paralelos, graça aos seus fãs.

Durante o hiato, Mark e Travis montaram a banda +44 e Tom montou o Angels & Airwaves. Enquanto ambas as bandas conseguiram uma reputação, os membros começaram a se centrar em projetos mais pessoais, por exemplo, o Mark centrando-se na produção musical.

Um ávido defensor de novas bandas/artistas em músicas com estilos parecidos e muito diferentes do seu, Mark tem encontrado tempo para produzir inúmeros álbuns através dos anos como o New Found Glory "Not Without a Fight", Socratic's "Spreas the rumors", Koopa "Lies Tell Stories", Something for Rocket's "One track mind", The Matches "Decomposer" e co-produtor do Idiot Pilot "Wolves" com Ross Robinson. Ele também escreveu músicas, incluindo a da banda Less Than Jake "The rest of my life", MxPx "Wrecking hotel rooms" e "Until the stars fall" da trilha sonora de Fired Up! com Richard Gibbs.

Mais recentemente, Mark foi ao estúdio com a banda Motion City Soundtrack, produzindo o quarto álbum da banda pela Columbia Records. O último trabalho de Hoppus com a banda tinha sido em 2005 com "Commit this to memory". Ele também, recentemente, remixou a música "America's Suitehearts" do Fall Out Boy, que ficou no Top #5 músicas do iTunes.

Mark leva o seu trabalho como produtor muito a sério, encontrando uma sincera gratificação em ajudar outros artistas. "Gosto de encontrar bandas talentosas e ajudá-las com as músicas, da melhor forma que eu puder. Eu amo estar no estúdio, tendo umas idéias e ser capaz de desenvolver a idéia deles. No momento que a idéia deles vira uma música, é uma coisa muito boa de testemunhar", ele disse. E mesmo que ele produzisse e escrevesse músicas para outros artistas do mesmo gênero, Mark insiste que ele não vê como uma competição. "Música é música, bandas não competem com as outras, elas se inspiram".

Depois de estar imerso na indústria da música por cerca de uma década, Mark sabe que ele não havia feito tudo. Acima e além de todos os sucessos do Blink-182 ajudaram-no a concretizar e isso o inspirou a fazer mais e mais. "Cada passo parece ser o melhor. Do nosso primeiro encontro, aonde nós nos vimos no topo do mundo, quando nós finalizamos nosso primeiro álbum até o primeiro disco de platina, eu fico sempre surpreso com que nós conseguimos e sou humilde. Espero que eu não tenha atingido minha maior realização."

Como artista, com a mão no trabalho de tantos outros, Mark conseguiu ser músico e produtor por algum tempo. "É uma balança, mas primeiramente vem a banda se apresentando nos palcos", que é o porquê ele está tão apaixonado pelo seu papel no Blink-182.

No dia 8 de fevereiro de 2009, o Blink-182 anunciou sobre a reunião no Grammy Awards, deixando muitas pessoas perguntando por que agora? Mark responde com um simples "Muitas coisas nos levaram a isso, tempo para nós conversarmos, mas principalmente porque foi natural. Tivemos tempo para fazer as próprias coisas, trabalhando nos nossos projetos para nos reunirmos como uma banda melhor."

Uma vez unida, a banda continua a ser uma banda que pretende empurrá-los artisticalmente mais agora, devido ao espaço e novas influências que tem sido exposta a nós. "Tudo que queremos é tocar o mais alto e rápido quanto pudermos, nós ainda amamos fazer isso, mas agora estamos abertos a idéias diferentes."

No processo de tentar novas abordagens, Mark tem se desfrutado passando tempo com seus colegas de banda. "É ótimo estar de volta aos estúdios com uma banda cheia de idéias. Esse é o efeito colaborativo", ele disse, "Isso é onde a mágica realmente acontece."

Quanto a este último projeto com o Blink-182, Mark garante aos fãs, "Nos estamos gravando um álbum incrível, tenham uma ótima turnê esse verão e nós continuaremos fazendo o que fazemos melhor, escrever as melhores canções, tenham um grande momento e convidem todos a vir conosco."

Mark mora em Los Angeles com sua esposa Skye e seu filho, Jack.

7 comentários:

  1. Olha...desculpe mas não curto eles não, seu blog ta legal os posts parecem ser bem legais vou ate ler com mais calma mas o Blink..não curto,mas sei que é uma banda boa mesmo, eles tocam super bem e voc~e tambeme screve bem,
    parabens pelo blog viu

    ResponderExcluir
  2. Bom ao contrário dessa menina ai acima sou louca de morrer por esses caras do blink e fiquei muito feliz com a volta deles.

    ResponderExcluir
  3. nem curto o rock... ainda mais qdo se eh internacional! :S

    http://metobronca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu também curto Blink!
    Muito legal o blog.



    http://mediskina.blogspot.com
    Mediskina-Aqui a gente brinca mas ensina Medicina!

    ResponderExcluir
  5. já tinha visto seu blog outro dia mais os posts ñ me convenceram a te seguir mais quando resolvir fazer outro visitinha e vi est post, achei o maxxxxxxxxxxxximo, amo essa banda, e então agora sim estou convencida q esse é o blog de rock ideal pra quem curte rock in roll.

    ResponderExcluir
  6. Ele toca bem mesmo!
    Gostava da minha época de ouvir Blink...agora ja era rs.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Faça seus comentarios!